“Salvaguarda”: exportações de vinhos de qualidade para o Brasil estão salvas

Outubro 23, 2012 in Mundo & Fundos

 

Os produtores de vinhos brasileiros acabam de comprometer-se a retirar o pedido de “salvaguarda” da produção nacional– medida de lobbying protecionista para limitar a importação de vinho  via taxas e quotas . 

 

Houve um acordo assinado no dia 20 de Outubro entre  as empresas de retalho e importadoras que visa promover  o mercado do vinho  como um todo.

 

  • Uma das metas  é aumentar o consumo per capita por ano de vinho no Brasil de 1,9 litro para 2,5 litros até o fim de 2016
  • As redes de supermercado comprometem-se a reservar 25% do espaço de suas prateleiras às garrafas nacionais – hoje, esse espaço varia entre 5% e 10%
  • Os retalhistas  também se comprometeram a não mais importar vinhos de mesa – de qualidade inferior e mais baratos – e a não importar vinhos finos a preços muito baixo

 

Boa noticia portanto para as exportações de vinho de  gama media e superior, mas é “ruin” para quem exporta vinhos a pouco mais de um Euro. Pelo visto já não haverá espaço para exportar vinhos abaixo de um Euro

Bookmark and Share

Deixe um Comentário